TJRN tem novo presidente

O desembargador Vivaldo Otávio Pinheiro tomou posse nesta quinta-feira (7) como novo presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Eleito por aclamação em outubro do ano passado, ele vai cumprir mandato no biênio 2021-2022.

Vivaldo Otávio Pinheiro será o 65º presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. O antigo presidente era o desembargador João Rebouças.

Natural de São José de Campestre, o magistrado integra o Pleno do TJRN desde 19 de julho de 2007. Nos últimos dois anos, o desembargador atuou como ouvidor e membro da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça.

A desembargadora Maria Zeneide Bezerra será a vice-presidente e o desembargador Dilermando Mota o corregedor geral de Justiça.

O novo presidente Vivaldo Pinheiro disse, na posse, que terá uma gestão compartilhada e que “a melhoria dos serviços judiciários e administrativos será ponto inarredável de sua gestão”.

“Acredito e confio que teremos um judiciário independente, plural, democrático e protagonista da transformação social que estamos vivendo. O judiciário passou de ser um poder distante da realidade social, para um permanente coautor na consolidação do futuro da sociedade”, disse na posse.

Cargos

A diretoria da escola da magistratura será exercida pelo desembargador Virgílio Macedo Jr., enquanto o desembargador Amílcar Maia será o ouvidor geral, tendo o desembargador Ibanez Monteiro como ouvidor substituto.

O desembargador Saraiva Sobrinho será o responsável pela Revista de Jurisprudência. O Conselho da Magistratura será integrado pela desembargadora Judite Nunes e pelo desembargador João Rebouças, tendo os desembargadores Claudio Santos e Expedito Ferreira como suplentes.

Durante a solenidade de posse, também foram anunciados os nomes dos novos juízes auxiliares da presidência, vice-presidência e corregedoria geral de Justiça do TJRN. Os juízes auxiliares da presidência são Patrícia Gondim, João Afonso Morais Pordeus e Bruno Lacerda. Para a vice-presidência os designados são os juízes Geraldo Mota e Fábio Ataíde. E na corregedoria geral de Justiça irão atuar os magistrados Marivaldo Dantas e Karyne Brandão.

G1/RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo