Paralisação estranha

Mesmo com salários defasados e atrasados, falta de apoio e mínima estrutura para trabalho, a Polícia Civil do RN resolveu fazer hoje uma paralisação contra o projeto da reforma da previdência. Enquanto protestam pela reforma, empurram viaturas e fazem empréstimos para pagar as contas, já que não recebem em dia.

Quem adorou tudo isso? A Governadora Fátima Bezerra.

A movimentação pode até ser legítima, mas é de uma contradição sem precedentes. Falta só colocarem bandeiras da CUT, MST e gritar “Lula livre”. Vai entender…

2 comentários sobre “Paralisação estranha

  1. Essa matéria é tendenciosa, mentirosa e maldosa, demonstrando claramente que o responsável pela mesma, não tem conhecimento do que realmente está acontecendo; pois o movimento paredista que a Polícia Civil faz hoje no RN e em todo o Brasil, tem a frente a COBRAPOL Confederação Brasileira da Policia Civil e a União das polícias do Brasil, contra a retirada dos direitos dos trabalhadores da segurança pública e dos trabalhadores em geral no Brasil.
    Isso não representa nenhum apoio ao governo estadual da Governadora Fátima Bezerra.

  2. Antes de publicar uma matéria tendenciosa. Vá estudar e vê que essa parada não tem nada a ver com politicagem e sim contra uma reforma que retira direitos dos trabalhadores. As polícias civis, federal, rodoviária federal, agentes penitenciários estão arriscando suas vidas e o presidente não aceita que essas profissões tem risco de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo