Vexame! Candidatura à OAB é acusada de perseguição à servidores da Ordem

A candidatura às eleições da OAB Mossoró do advogado Luiz Carlos foi alvo de críticas por supostas perseguições aos servidores da instituição.

Se por um lado a gestão da atual presidente Barbara Paloma foi responsável pela demissão de servidores da OAB, logo no início da pandemia, agora o candidato Luiz Carlos dá ares que manterá tal comportamento.

É que a sua candidatura entrou com representação junto à Comissão Eleitoral da OAB, questionando o fato de que uma candidata ao conselho (advogada) seria irmã de uma servidora da OAB.

O detalhe é que a servidora possui 27 anos de casa, sendo a funcionária mais antiga da OAB em todo o Estado. Em outras ocasiões, a servidora já chegou a ser ameaçada de demissão, segundo fontes.

A alegação de Luiz Carlos é de que o simples fato da candidata possuir uma irmã nos quadros da OAB, haveria utilização da instituição em prol da candidatura de Vânia Furtado.

Nas redes sociais, o candidato Hermeson Pinheiro se solidarizou com a servidora da OAB, que é considerada por todos figura importante à classe.

Outros advogados também vem se solidarizando à servidora da OAB sobre o ocorrido.

|Infelicidade|

O candidato Luiz Carlos comete a segunda grande infelicidade nas últimas 48 horas. A primeira se deu ontem, quando se divulgou maciçamente nas redes sociais um áudio de sua suposta autoria, afirmando que “infelizmente há um grande número de advogados entrando no mercado de trabalho”.

Segundo vídeo divulgado em suas redes sociais, Luiz afirma que se trata de #fakenews, mas não explicou exatamente qual seria o material falso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo